Castro Marim viaja pelas recordações nas «Ruas com Memória»

  • Print Icon

Início da 2ª fase de desconfinamento, já no dia 5 de abril, permite usufruir em pleno da exposição.

Já está instalada nas ruas de Castro Marim a exposição «Ruas com Memória», que convida os visitantes a percorrerem as ruas da vila raiana como se folheassem um livro de história, a partir de segunda-feira, dia 5 de abril.

Segundo a Câmara Municipal, «as ruas, travessas ou largos da vila cunharam a vida de muitos castromarinenses, cujas memórias podem agora ser revisitadas em 20 painéis espalhados nas ruas».

Ainda de acordo com a autarquia, «o projeto das 100 Memórias de Castro Marim é inspirado pela necessidade de preservar, tratar e divulgar a documentação histórica de Castro Marim».

Assim, foi desenvolvido e promovido em várias vertentes: uma exposição agora residente na Casa do Sal, a exposição de rua «Ruas com Memória», um website (100memorias.cm-castromarim.pt), Facebook (www.facebook.com/100memoriasCM), um acervo municipal (http://atom.cm-castromarim.pt) e, finalmente, um levantamento audiovisual sobre o património imaterial de Castro Marim, (www.youtube.com/municipiocastromarim).

Na próxima segunda-feira, dia 5 de abril, avança também uma nova abordagem – a edição de um jornal que divulga algum do espólio em exposição, mas sobretudo que homenageia o primeiro jornal existente em Castro Marim – «Flores sobre Ruínas». 

As «100 Memórias de Castro Marim» constituem uma narrativa cronologicamente contextualizada, que permite não só um resgate do passado, mas também a construção de um novo significado sobre o mesmo. Os interessados em contribuir com cartas, fotografias, postais, documentos, livros ou recordações, podem fazê-lo através de e-mail ou presencialmente, no Gabinete de Apoio ao Munícipe, em Castro Marim.

Este projeto é cofinanciado pelo Programa Interreg Espanha-Portugal 2014-2020, apoiado pela União Europeia, cofinanciado a 75 por cento pelo FEDER, projeto 0131_FORTOURS_5_E.