Castro Marim inaugurou novo lar e passadiço no Dia do Município

  • Print Icon

Castro Marim celebrou na quinta-feira, dia 24 de junho, o Dia do Município, com a abertura oficial de duas infraestruturas «fundamentais na senda do progresso do concelho»: a Estrutura de Salvaguarda do Cordão Dunar (Passadiço) da Praia de Altura e o Lar Cegonha Branca.

A abertura do Lar de Idosos e Centro de Dia de Altura contou com a presença do presidente da Associação Cegonha Branca, Amadeu Chaves, do presidente da Câmara Municipal de Castro Marim, Francisco Amaral, e da diretora de Segurança Social do Centro Distrital de Faro, Margarida Flores.

A construção de Lar de Altura foi desbloqueada em 2017, por resolução da Associação Cegonha Branca, sem qualquer garantia de financiamento da Segurança Social ou de fundos comunitários, apenas com recurso a empréstimo bancário e ao apoio do Município de Castro Marim.

A autarquia, além da doação do terreno, disponibilizou o apoio técnico necessário e cerca de 600.000 euros, numa obra avaliada em 1.900.000 euros. Com capacidade para mais de 50 utentes residentes, esta infraestrutura vai criar cerca de 40 novos postos de trabalho diretos.

Também a Estrutura de Salvaguarda do Cordão Dunar é um projeto que, «além de servir o interesse turístico, defende e protege os valores ambientais do território e vem dinamizar os projetos locais dos apoios de praia a requalificar», considerou a vice-presidente do município, Filomena Sintra, que assinalou na quinta-feira a abertura desta estrutura, juntamente com o autarca Francisco Amaral, o Capitão do Porto de Vila Real de Santo António, Rui de Andrade, e Paula Noronha, da Agência Portuguesa do Ambiente.

Com cerca de 1500 metros, o passadiço liga agora a Praia Verdelago (Altura) à Praia da Lota (Manta Rota). É, segundo Filomena Sintra, «uma grande oportunidade para ter uma obra da dimensão de um milhão de euros ao serviço da comunidade, do ambiente e da economia local».

Esta foi uma obra enquadrada no POSEUR (Programa Operacional Sustentabilidade e Eficiência no Uso de Recursos) Portugal 2020, cofinanciada a 75 por cento pelo fundo de coesão. Os restaurantes já existentes vão ser requalificados em breve e terão acessos diretos ao novo passadiço.

Das celebrações do Dia do Município fez também parte a inauguração da exposição «Galeria dos Presidentes da Democracia», na Sala de Sessões do município de Castro Marim, que contou com a presença do Presidente da Associação Nacional das Assembleias Municipais, Albino Almeida. A mostra homenageia «a disponibilidade daqueles que, com algum sacrifício da sua vida pessoal, profissional e até familiar, se disponibilizam a representar e a defender os interesses da comunidade», sublinhou Francisco Amaral.

Ainda no âmbito do Dia do Município, na Sessão Solene dedicada ao mesmo, o município de Castro Marim distinguiu os funcionários com mais de 25 anos de serviço público e lançou oficialmente um novo vídeo promocional sobre a água (pode ser visto aqui), realizado no âmbito da obra de abastecimento de água a 32 povoações do interior do concelho, um investimento também integrado no POSEUR, apoiado por Portugal e União Europeia, cofinanciado a 82,04 por cento pelo Fundo de Coesão.

Foi também formalizada a passagem de testemunho e presidência da Eurocidade do Guadiana para Francisco Amaral, que sucede à presidente de Ayamonte, Natália Santos.

Alguns momentos das celebrações do Dia do Município, como a Sessão Solene e a abertura oficial da Estrutura de Salvaguarda do Cordão Dunar, foram pautados por apontamentos musicais protagonizados por artistas locais, «numa política de apoio do município de Castro Marim à cultura e arte locais, que têm passado por períodos muito difíceis» devido à pandemia COVID-19. O dia terminou com o espetáculo de teatro «Móce mó», pelo Grupo de Teatro A Gorda, e o concerto de Luís Trigacheiro, vencedor do The Voice Portugal, «dois grandes momentos culturais que assinalam também a progressiva retoma da vida cultural castromarinense», enaltece a autarquia.