Campeonato Nacional de Vela Adaptada começa hoje em Portimão

  • Print Icon

O Iate Clube Marina de Portimão e a Associação Teia D’Impulsos, através do projeto Vela Solidária realiza, até domingo 29 de setembro, o Campeonato Nacional de Vela Adaptada, Classe Hansa, na Marina de Portimão.

A prova contará com a presença de cerca de 35 velejadores e 30 técnicos e voluntários em representação de 10 clubes de Portugal Continental, Madeira e Açores ao longo de todo o fim de semana.

As regatas terão início às 13 horas, e associado ao Campeonato haverá um programa social que inclui uma comida marinheira nos dias 27 e 28 de setembro e a entrega de prémios no dia 29, a partir das 17 horas.

Todo o programa social será localizado no espaço exterior da receção da Marina de Portimão.

Este campeonato serve também de mote para o início do Campeonato Europeu de Vela Adaptada, que se irá realizar no mesmo local, a partir do dia 7 de outubro.

Neste campeonato, a juntarem-se aos 35 velejadores portugueses, virão mais 110 velejadores de todo o mundo para competir em três classes diferentes.

«Além de se tratar do Campeonato Nacional de Vela Adaptada, este fim de semana serve também de preparação, tanto para atletas como para a própria organização, para o Campeonato Europeu de Vela Adaptada. Campeonato esse que será, sem dúvida, o maior desafio assumido em terras portuguesas no que respeita à Vela Adaptada», explica a organização.

A Vela Solidária nasceu em março de 2011 para possibilitar às jovens da casa da nossa senhora da Conceição de Portimão, poderem praticar vela durante todo o ano e não apenas durante as férias desportivas promovidas pelo município.

Foram sendo cada vez mais as crianças e, mais tarde as pessoas com deficiência, a beneficiarem desta oportunidade, acabando por se expandir em 2015 para Lisboa e Vila Nova de Gaia.

O projeto tem hoje em dia mais de 400 beneficiários diretos todos os anos.

Dentro da Vela Solidária desenvolve-se uma escola de vela adaptada que pretende proporcionar novas oportunidades e experiências a pessoas com deficiência que tenham alguma autonomia.