Brigada de Sapadores da AMAL recebe novos equipamentos

  • Print Icon

A Brigada de Sapadores afeta à Comunidade Intermunicipal do Algarve – AMAL recebeu uma máquina de rastos e duas grades que vieram substituir o anterior trator, que não se ajustava à orografia da serra algarvia.

O anterior equipamento tem, de acordo com a Coordenadora da Brigada, um rendimento muito eficiente de trabalho em áreas mais planas e extensas, situação que não se verifica com frequência nos trabalhos que a Brigada desenvolve.

O trator, por ser demasiado grande e pesado, não suportava declives muito acentuados e acabava por não ser adequado ao território.

O equipamento acabou por ser substituído por uma máquina de rastos mais pequena, de menor potência, com grades de tamanho proporcional: grade de oito discos, própria para lavrar o solo, e grade roçadora/destroçadora, adequada ao tratamento de sobrantes.

Com estes novos equipamentos, em conjunto com o porta-máquinas de Monchique (ao abrigo do protocolo de utilização), a Brigada verá agora o seu rendimento de trabalho aumentado, uma vez que terá maior autonomia e maior abrangência, especialmente em zonas com declives mais acentuados.

De salientar que a conclusão de um concurso de recrutamento que decorreu nos últimos meses permitirá a Brigada, composta por três equipas e no terreno desde maio de 2019, receber brevemente novos sapadores.

Desse modo, as equipas estarão em pleno funcionamento e em condições de cumprir o plano de atividades, nomeadamente no âmbito de ações de silvicultura preventiva e de intervenção e emergência pós-fogo; da realização de um trabalho preventivo de combate ao incêndios e de planeamento de uma resposta efetiva em termos de defesa das florestas e do meio rural na região.