Boliqueime: Homem suspeito de furtos barricou-se em casa e foi detido

  • Print Icon

Tribunal decretou como medida de coação o Termo de Identidade e Residência.

A Guarda Nacional Republicana (GNR), através do seu Posto Territorial de Loulé, deteve na terça-feira, dia 20 de outubro, um homem de 34 anos que se barricou durante mais de uma hora na sua residência, na localidade de Boliqueime.

A GNR explica que recebeu «uma denúncia a informar que uma família se encontrava a ocupar ilegalmente uma residência, e que um dos indivíduos era suspeito da prática de diversos ilícitos criminais em toda a região do Algarve, nomeadamente furtos e roubos com arma de fogo, recaindo ainda sobre este dois mandados de detenção».

À chegada dos militares da Guarda ao local, «o suspeito entrou na residência e barricou-se, numa tentativa de evitar ser detido».

A partir desse momento, detalha a força de segurança, «foi estabelecido um contacto verbal permanente para o interior da casa, numa tentativa de o convencer a sair da habitação, sendo que o suspeito nunca se mostrou cooperante, tendo inclusive alcançado o telhado por diversas vezes, para tentar a fuga, havendo necessidade de montar um cerco à volta da habitação».

Após mais de uma hora em negociação com o suspeito, este acabou por se entregar, consumando-se a sua detenção. Foi ainda realizada uma busca à residência, tendo sido encontrado no interior diverso material de construção que se suspeita ser proveniente da prática de furtos, nomeadamente rebarbadoras, berbequins, serras elétricas e ainda jantes automóveis.

O indivíduo foi constituído arguido e presente ao Tribunal Judicial de Loulé, ontem, dia 21 de outubro, tendo-lhe sido decretada a medida de coação de Termo de Identidade e Residência.