Biblioteca de Albufeira acolhe recital de poemas de José Saramago

  • Print Icon

Momento a cargo de Eduardo Ramos e Jorge Soares.

A Biblioteca Municipal Lídia Jorge, em Albufeira, acolhe na próxima quinta-feira, dia 23 de junho, um Recital de Poesia de Homenagem a José Saramago, dinamizado por Eduardo Ramos e com declamação de Jorge Soares, a partir do livro «Os Poemas Possíveis».

Eduardo Ramos é cantor, compositor e executante de música medieval Galaico-Portuguesa, música árabe, música sefardita e cantigas portuguesas tradicionais, cantando igualmente alguns poetas portugueses com música de sua autoria.

Já Jorge Soares é oriundo das artes cénicas, com um percurso que lhe permitiu contactar com diversos encenadores e companhias, nacionais e estrangeiras. Bonecreiro, ator e encenador, cabe-lhe dizer na noite da próxima quinta-feira poemas como «Criação».

«Os Poemas Possíveis» é a primeira obra poética de José Saramago, publicada pela primeira vez em 1966. Nestas composições descobrem-se temas que marcam o seu percurso literário, como a liberdade, a fraternidade e a luta. Uma luta disfarçada, por dentro das palavras, na medida em que estes eram os «poemas possíveis» da altura, quando a censura espiava a alma dos escritores.

Esta iniciativa está integrada nas comemorações do centenário de nascimento de José Saramago, que se assinala a 16 de novembro deste ano, e que arrancaram a 16 de novembro do ano passado, altura em que foi aberto o programa oficial de homenagem, em Portugal e em diversos países, ao Prémio Nobel de Literatura (1998). A entrada é livre.