Aníbal Neto protagoniza novo episódio das «Histórias do Posto Agrário»

  • Print Icon

Aníbal Neto, agricultor e criador de ovelhas churras algarvias, protagoniza novo episódio das «Histórias do Posto Agrário» de Tavira.

É um passeio repleto de emoções e histórias que Aníbal Neto, agricultor e criador de ovelhas churras algarvias, faz pelas instalações da antiga vacaria no Centro de Experimentação Agrária de Tavira (CEAT).

É «um arrepio» que se sente nas palavras de quem viu uma casa em funcionamento e vê agora apenas «mato e chapas».

«Infelizmente, esta casa está em ruínas, merece ter atenção. É uma pena ver o que foi na altura um centro de experimentação animal, ser atualmente mato e chapas», lamenta Aníbal Neto no quinto episódio da coletânea «Histórias do Posto Agrário», projeto desenvolvido pelo movimento de Cidadãos pelo CEAT e Hortas Urbanas de Tavira. Aqui se trabalhava a melhoria dos animais, mas também se respondia a todos os pedidos de ajuda dos agricultores.

Este apoio torna-se ainda mais urgente nos dias que correm com os criadores de gado a terem falta de pasto para darem alimento aos seus animais e a terem que procurar alternativas para que não passem fome, devido à situação de seca que o território atravessa.

Para o futuro: «o sonho seria agarrar nas raças autóctones, ir buscar a vaca algarvia, a cabra algarvia, a ovelha algarvia», diz o engenheiro e criador de um rebanho com 250 ovelhas, sublinhando que é isso que fazem em algumas zonas de Espanha.

«Nós não estamos a dar continuidade a nada do que se fez e do que tínhamos», lamenta Aníbal Neto enquanto faz votos para que o Centro de Experimentação Agrária mantenha a atividade virada para a agricultura e para o apoio direto aos produtores.