Alcoutim aprova apoio anual de 20.000 euros à Associação Cumeadas

  • Print Icon

Associação Cumeadas tem como área de intervenção todo o concelho de Alcoutim e duas freguesias do concelho de Castro Marim (Azinhal e Odeleite).

A Câmara Municipal de Alcoutim aprovou, em reunião realizada ontem, quarta-feira, dia 3 de fevereiro, a celebração de um protocolo de colaboração com a Associação Cumeadas – Associação de Proprietários Florestais das Cumeadas do Baixo Guadiana, no sentido de garantir o desenvolvimento de ações de conservação e valorização do património natural, endógeno, agrícola e florestal.

Nos termos do acordo, a autarquia apoia esta coletividade com 20.000 euros anuais, investidos em ações de silvicultura preventiva para reduzir o risco de incêndios, ações de vigilância de incêndios e apoio ao combate (primeira intervenção, ações de rescaldo e vigilância após o rescaldo), assim como ações de sensibilização junto das populações e colaboração na organização de jornadas e eventos.

Segundo o município, «a Associação Cumeadas tem prestado um importante apoio aos produtores florestais alcoutenejos, em especial no que concerne ao acompanhamento nas candidaturas aos pedidos únicos agrícolas como forma de rentabilizar as suas terras».

Com sede na aldeia do Pereiro, a Cumeadas tem como área de intervenção todo o concelho de Alcoutim e duas freguesias do concelho de Castro Marim (Azinhal e Odeleite). Tem como principal missão dinamizar o investimento sustentável, procurando descomplicar os projetos de desenvolvimento.