Alcoutim apoia instituições desportivas e sociais com 46.500 euros

  • Print Icon

Beneficiam destes apoios o Grupo Desportivo de Alcoutim, o Clube de Karaté de Alcoutim e Martim Longo e o Centro Paroquial de Vaqueiros.

A Câmara Municipal de Alcoutim aprovou, na reunião do executivo realizada na quarta-feira, dia 17 de março, duas comparticipações financeiras no valor de 10.000 e 6.500 euros a atribuir, respetivamente, ao Grupo Desportivo de Alcoutim (GDA) e ao Clube de Karaté de Alcoutim e Martim Longo, e também um apoio de 30 mil euros  para o Centro Paroquial de Vaqueiros.

No caso das instituições desportivas, as verbas a atribuir destinam-se a fazer face aos planos de atividades para o corrente ano. O município destaca «os excelentes resultados obtidos pelos atletas de ambas as instituições, em especial na modalidade de canoagem, no caso do GDA, que têm elevado o nome do concelho a nível nacional».

É igualmente de destacar que as duas modalidades desportivas «têm colaborado na ocupação dos tempos livres das camadas mais jovens da população, contribuindo assim para uma vida mais saudável e ativa e que as instituições têm vindo a desenvolver um trabalho meritório na promoção do desporto, promovendo a prática desportiva, a saúde e o bem-estar no território do concelho».

Já no caso do Centro Paroquial de Vaqueiros, o apoio de 30 mil euros é concedido «considerando o apoio social prestado à população da freguesia, em especial nas suas valências de Centro de Dia e Serviço de Apoio Domiciliário», e considerando também que a instituição assegura o serviço aos domingos e feriados, «o que aumenta o número de funcionários e respetivas despesas».

A instituição assiste atualmente 25 idosos, quatro dos quais no Centro de Dia e os restantes 21 em Apoio Domiciliário, o que obriga a deslocações diárias de centenas de quilómetros. Sendo uma freguesia tão extensa e com povoações muito dispersas, leva a que o apoio aos 25 utentes distribuídos por toda a freguesia tenha custos muito elevados, o que torna os gastos com estes utentes muito superiores aos valores de referência.

O Centro Paroquial de Vaqueiros «tem já 31 anos de existência e serviço à população idosa e esquecida da Serra do Caldeirão pela interioridade a que se viu votada», lembra a autarquia.