Albufeira celebra o Enoturismo com visitas e provas nos produtores

  • Print Icon

Albufeira celebra o Dia do Enoturismo, a 8 de novembro, com provas de vinho e oferta de uma lembrança na Adega do Cantor e na Quinta do Canhoto, produtores do concelho. Para participar, basta aparecer nos locais, no respetivo horário.

As visitas, com provas incluídas, serão realizadas das 10h00 às 12h30 e das 14h00 às 17h00, mas devido ao estado de calamidade haverá uma limitação de cinco pessoas por cada visita e a lotação de cada espaço estará sujeita às restrições impostas pela Direção-Geral de Saúde (DGS).

Segundo o município, o objetivo desta iniciativa passa por fazer os interessados «desfrutar da natureza, experienciar realidades específicas do mundo do vinho e provar colheitas distintas», sendo uma efeméride «para celebrar um dos produtos mais importantes da economia do país e da região, como para conhecer as potencialidades de Albufeira neste domínio».

A Adega do Cantor é uma «mini cooperativa», composta por duas quintas: a Quinta do Miradouro (2001) e a Quinta do Moinho (1997), e foi fundada no início de 2001. Situa-se no topo da Quinta do Miradouro, na Guia, num total de 17 hectares, e é composta pelas castas Viognier, Syrah, Aragonês e Alicante Bouschet. Oferece visitas guiadas às vinhas e à Adega, degustações e a possibilidade de aquisição dos vinhos Vida Nova e Onda Nova, assim como uma variedade de recordações exclusivas na loja da adega.

Já a Quinta do Canhoto tem 22 hectares orientados a sul, com uma longa tradição de cultivo de espécies tradicionais do Algarve, como alfarroba, amêndoa, figo e azeitona. No entanto, a principal sempre foi a uva. Em 2009 a vinha foi repensada e replantada em 10 hectares da propriedade. Em 2012 iniciou-se o projeto da Adega, tendo como base conceptual a arquitetura Bioclimática e a natureza envolvente, e hoje alberga toda a tecnologia de produção de vinhos.

Os vinhos da Quinta do Canhoto foram lançados no mercado em 2017, angariando diversas menções e prémios.