Aeroporto de Faro passa a ser Aeroporto Gago Coutinho

  • Print Icon

António Costa oficializou hoje o rebatismo do Aeroporto Internacional de Faro para Aeroporto Gago Coutinho.

O Aeroporto Internacional de Faro passou a denominar-se como Aeroporto Gago Coutinho, nos termos da Resolução do Conselho de Ministros n.º 57/2022, de 15 de junho, uma decisão hoje concretizada numa cerimónia presidida pelo primeiro-ministro António Costa, que contou igualmente com a presença da ministra da Defesa, Helena Carreiras, e do ministro das Infraestruturas e Habitação, Pedro Nuno Santos.

A Resolução do Conselho de Ministros honra as origens algarvias do Almirante Gago Coutinho que protagonizou, em conjunto com o Comandante Sacadura Cabral, uma das maiores proezas militares e científicas da história da navegação aérea, completando a primeira travessia aérea do Atlântico Sul em 1922, efetuada no âmbito das comemorações do primeiro centenário da independência do Brasil.

A Comissão de Coordenação e Desenvolvimento Regional (CCDR) do Algarve, sublinha «o forte empenhamento da sociedade civil da região, secundado pela aprovação de deliberações propondo aquela designação por diversas assembleias municipais do Algarve, honrando a audácia e a sagacidade demonstradas ao longo da carreira científica e militar de um filho da região que se tornou um dos nomes mais sonantes da navegação aérea internacional».

A cerimónia, contudo, mereceu críticas por parte do município de Faro, por ter acontecido à margem do programa do Dia do Munícipio e também porque o atual executivo, liderado por Rogério Bacalhau, discordar da decisão do governo em mudar o nome à infraestrutura aeroportuária.

O barlavento não recebeu qualquer convite para a cerimónia desta manhã no Aeroporto de Faro nem foi formalmente informado sobre a mesma.