Aeroporto de Faro entre os premiados pelo ACI Europe

  • Print Icon

Aeroporto de Faro está entre os cinco nacionais premiados pela segurança dos passageiros no contexto da pandemia COVID-19.

Os Aeroportos de Lisboa, Porto, Faro, Madeira e Ponta Delgada foram distinguidos pelo ACI Europe, Organização Internacional de Aeroportos, para «Best Airport» e «Best Hygiene Measures».

Estes prémios, nos quais são também destacados outros três aeroportos da rede VINCI Airports, reconhecem os Aeroportos de Portugal pela contínua aposta na experiência e segurança dos passageiros no contexto da pandemia COVID-19.

A atribuição do prémio «Best Airport» contemplou a dimensão na região europeia dos aeroportos. A distinção para Lisboa ocorre na categoria de 25 a 40 milhões de passageiros. Porto e Faro vencem no escalão de 5 e 15 milhões de passageiros e Ponta Delgada nos aeroportos com menos de 2 milhões de passageiros.

Atendendo às exigências da atual situação pandémica, o ACI introduziu um novo prémio, o «Hygiene Award», com o intuito de reconhecer a capacidade de aeroportos garantirem ambientes higienizados e seguros e a manutenção das medidas necessárias para responder às necessidades e expectativas dos passageiros.

Nesta nova categoria destacaram-se os Aeroportos do Porto, Faro, Madeira e Ponta Delgada entre os melhores da Europa.

Nesta categoria, o mérito atribuído pelo ACI vem evidenciar a prioridade da ANA/VINCI Airports em atualizar os procedimentos de segurança sanitária e a permanente preocupação em melhorar a experiência dos passageiros.

Todos os aeroportos ANA/VINCI Airports implementaram medidas de proteção desde o início da crise pandémica (dezembro 2019), em estreita colaboração com as autoridades de Saúde, adicionando medidas e optimizando os processos sempre que necessário.

Destaque-se a campanha global «Protecting each other», desenvolvida pelos Aeroportos VINCI em toda a sua rede.

Segundo Luis Felipe de Oliveira, Diretor Geral do ACI World, «os prémios demonstram o foco dos aeroportos vencedores em oferecer experiências de excelência, destacando-os como exemplares.» Reforça que, mesmo perante as circunstâncias, a voz dos passageiros reconhece o esforço e compromisso das equipas em fornecer serviços de qualidade superior.

Thierry Liggonière, CEO da ANA Aeroportos de Portugal, salienta a importância deste reconhecimento. «Num ano de incertezas, as nossas equipas têm demonstrado empenho e resiliência. Fomos capazes de nos reinventar, adaptar e inovar, assegurar a proteção de todos, para todos. Estes prémios indicam-nos que estamos no caminho certo para a retoma do mercado da aviação, com a confiança necessária na nova experiência do passageiro», explica.

A ANA/VINCI Airports «está empenhada em contribuir para o esforço nacional de mitigação de contágios, garantindo, com a maior segurança possível, a continuidade do serviço público que presta. Salienta-se a resposta ágil e eficiente na implementação das medidas sanitárias, bem como a aposta na inovação dos processos de contacto com os passageiros em todos os momentos de interação, algo que permitiu manter os aeroportos portugueses totalmente operacionais ao longo do último ano».

Os prémios ACI foram atribuídos no âmbito do programa internacional ASQ, Qualidade dos Serviços Aeroportuários, que visa medir a satisfação global dos passageiros face aos serviços e produtos oferecidos e compreender de que modo as suas perspetivas e expectativas têm vindo a alterar-se. Implementada a uma escala mundial, esta iniciativa identifica as melhores práticas, promovendo a competitividade na indústria.