191 médicos iniciam este mês o internato médico no Algarve

  • Print Icon

191 médicos internos iniciam o internato médico no Algarve este mês de janeiro.

61 médicos internos do concurso para Internato Médico 2020 – Formação Especializada (43 de diversas especialidades hospitalares, 14 de Medicina Geral e Familiar, 4 de Saúde Pública) e 130 médicos internos da Formação Geral iniciam a sua formação do internato médico este mês de janeiro nos três Agrupamentos de Centros de Saúde pertencentes à área de influência da Administração Regional de Saúde (ARS) do Algarve e nas unidades hospitalares do Centro Hospitalar Universitário do Algarve.

Assim sendo, evidenciando a crescente idoneidade formativa dos serviços das unidades de Faro e de Portimão do Centro Hospitalar Universitário do Algarve, vão ser colocados 43 médicos internos nas seguintes especialidades: Anestesiologia (2), Cardiologia (1), Cirurgia Geral (3), Doenças Infeciosas (1), Gastrenterologia (2), Ginecologia/Obstetrícia (3), Medicina Física e Reabilitação (2), Medicina Intensiva (3), Medicina Interna (8), Nefrologia (1), Neurologia (1), Oncologia Médica (2), Otorrinolaringologia (1), Patologia Clínica (1), Pediatria Médica (3), Pneumologia (1), Psiquiatria (6), Reumatologia (1), Urologia (1).

No que respeita aos 130 médicos internos da Formação Geral, por forma a aprofundar os seus conhecimentos em diversos contextos clínicos, os internos vão desenvolver a sua formação, de forma tutelada, em diferentes especialidades e serviços nas unidades hospitalares de Faro e Portimão e ainda nos Centros de Saúde da região.

Paulo Morgado.

Dos 14 médicos internos da especialidade de Medicina Geral e Familiar colocados nos três Agrupamentos de Centros de Saúde (ACeS) da ARS Algarve, oito vão realizar a sua formação no ACeS Central (3 na USF Lauroé em Loulé, 1 na USF Farol em Faro, 2 na USF Ria Formosa em Faro, 1 na USF Mirante em Olhão e 1 na USF Sol Nascente em Albufeira), 2 no ACeS Sotavento (1 USF Balsa em Tavira e 1 na USF Levante em Vila Real de Santo António) e 4 no ACeS Barlavento (2 na USF Portas do Arade em Portimão, 1 na USF Descobrimentos em Lagos e 1 na UCSP de Lagoa). No que diz respeito à Saúde Pública, 2 vão fazer a sua formação na USP do ACeS Barlavento e os outros 2 USP do ACeS Central.

Os novos internos de Medicina Geral e Familiar e de Saúde Pública, foram recebidos na segunda-feira, 4 de janeiro, na sede da ARS Algarve, numa sessão de receção, com a presença da Coordenadora do Internato Médico de MGF do Algarve, Maria Gonzalez Mora, da Coordenadora do Internato Médico de Saúde Pública, Ana Cristina Costa, e da Diretora do Departamento de Saúde Pública e Planeamento da ARS Algarve e Presidente da Comissão Regional de Internato Médico do Algarve, Ana Cristina Guerreiro.

O Centro Hospitalar Universitário do Algarve (CHUA) realizou esta quarta-feira, dia 6 de janeiro, a cerimónia de receção aos 130 internos da Formação Geral e os 43 médicos da Formação Especializada, em duas sessões presenciais no Hotel Senses Eva, em Faro e no Arena, em Portimão.

Em representação do conselho de administração do Centro Hospitalar Universitário do Algarve, estiveram presentes, o vogal executivo Paulo Neves e o diretor clínico Horácio Guerreiro, que salientaram o facto do Algarve já ser uma das regiões mais escolhidas para a formação médica e destes novos internos serem o futuro do CHUA, instituição onde irão ter oportunidades para demonstrar o seu potencial e aprenderem.

No decorrer da sessão, o presidente do Conselho Diretivo da ARS Algarve, Paulo Morgado, após congratular os novos médicos internos por terem escolhido o Algarve para realizarem o internato, destacou a comprovada experiência dos profissionais de saúde das unidades hospitalares e dos Centros de Saúde da região na formação de internos, o que lhes vai permitir “aprender fazendo”, de forma bastante tutelada e orientada pelos nossos médicos.

A terminar, Paulo Morgado, deixou a garantia de que terão todo o apoio e o acompanhamento necessário da parte do CHUA e da ARS Algarve durante o percurso formativo que agora iniciam, lançando o convite para que no final da sua formação optem por ficar e seguir o seu percurso profissional nas unidades de saúde da Região do Algarve.

Além de vários diretores de serviço, estiveram ainda presentes na sessão os representantes da direção do Internato Médico, nomeadamente a sua diretora, Ana Camacho, que realçou a crescente qualidade dos programas de formação para os jovens internos, destacando o trabalho desenvolvido pelas especialidades clínicas, pelos seus tutores e pela direção do Internato Médico, bem como pela forte ligação da instituição ao mundo universitário, nomeadamente ao Curso de Medicina da Universidade do Algarve através do consórcio entre ambas as intuições, que deu origem ao Algarve Biomedical Center (ABC).