«100 Memórias de Castro Marim» já podem ser vistas online e na rua

  • Print Icon

Projeto «100 Memórias de Castro Marim» deu ainda origem a um jornal.

O projeto expositivo das «100 Memórias de Castro Marim», cuja mostra foi inaugurada no dia 16 de setembro de 2020, na Casa do Sal, foi agora lançado em formato online, com um site e um Facebook oficiais. Município também criou uma exposição de rua.

Esta criação surgiu no final de 2019, com um repto lançado à população para que cedesse recordações pessoais e/ou familiares ao município.

Inspirado na necessidade de preservar, tratar e divulgar a documentação histórica de Castro Marim, a autarquia construiu uma narrativa cronologicamente contextualizada, que permite não só um resgate do passado, mas também a construção de um novo significado sobre o mesmo.

Depois da exposição da Casa do Sal, que será reaberta ao público logo que possível, as «Memórias» são agora apresentadas online, permitindo uma maior projeção e divulgação de um projeto que se pretende contínuo e em permanente crescimento.

A Câmara de Castro Marim continua a reunir contributos para este acervo municipal, disponibilizado para consulta pública no novo Arquivo Digital, aqui.

Quem desejar contribuir com cartas, fotografias, postais, documentos, livros ou recordações, pode fazê-lo através de e-mail, ou presencialmente no Gabinete de Apoio ao Munícipe, em Castro Marim.

As «100 Memórias de Castro Marim» integram também uma exposição de rua, já instalada nas ruas da vila raiana, «para visitar quando entrarmos na fase de desconfinamento», seugere o município.

Outra das apostas deste projeto consistiu na edição de um jornal, que divulga algum do espólio em exposição mas, sobretudo, que homenageia o primeiro jornal existente em Castro Marim – «Flores sobre Ruínas». O jornal será também distribuído na altura do desconfinamento, para que possa conhecer melhor este projeto e interpretar a exposição de rua.

Por fim, foi realizado um levantamento audiovisual sobre o património imaterial de Castro Marim, que pode ser visualizado no site das 100 Memórias e no canal YouTube do município.

Esta é, segundo a autarquia, «uma iniciativa pilar na construção da história do concelho e do território e um enorme contributo para a construção de um novo olhar sobre a identidade cultural e social castromarinense».

O projeto «100 Memórias de Castro Marim» é cofinanciado pelo Programa Interreg Espanha-Portugal 2014-2020, apoiado pela União Europeia, cofinanciado a 75 por cento pelo FEDER, projeto 0131_FOURTOURS_5_E.